CAPACITA, APOIA, INFORMA, FACILITA

A nossa missão

Capacitar e apoiar as pessoas a construir vidas mais seguras e mais felizes

“O povo português ainda esta mal educado. A ”vítima” ainda não entende que está a ser vitima antes de chegar a uma colisão maior. Quem agride conta com a passividade da vítima, dos amigos comuns, com a passividade da família da vítima, com o fechar os olhos dos vizinhos….e nunca ninguém sabe onde obter ajuda valida. “-FT

A RESPEITO é uma instituição não governamental e sem fins lucrativos, fundada em Novembro de 2016, com sede em Londres, Lambeth, onde se estima que residam 50.000 falantes de Português.

Somos um grupo de profissionais e trabalhamos para a redução e prevenção do abuso doméstico na comunidade de língua portuguesa, através da sensibilização para o seu impacto negativo, formação, apoio, informação e capacitação para  que membros da comunidade possam  também tornar-se agentes de transformação pessoal e social.

A nossa actividade é desenvolvida com base no respeito à Igualdade, aos Direitos Humanos e à Promoção de Integração Social.

O que Fazemos

Oferecemos:

  • Serviços confidenciais e gratuitos para homens, mulheres e jovems em risco de abuso doméstico ou a viver em situação de abuso doméstico.
  • Informações em português sobre questões de violência e abuso doméstico, Lei Britânica e proteção à  criança, prevenção e intervenção
  • Campanhas de sensibilização aos problemas do abuso doméstico e o seu impacto
  • Encaminhar e facilitar o acesso a serviços de apoio a  violência doméstica  (com Intérprete).
  • Workshops educativos para adultos e jovens
  • Serviço de Intérprete e tradutora
  • Consultas de aconselhamento psicológico
  • Atendimento  pessoal

Porque o fazemos

A nossa comunidade é caracterizada como sendo uma comunidade cumpridora da lei, trabalhadora, respeitadora, dedicada à família e com um enorme espírito empreendedor. Há no entanto,  uma camada social com carências e desvantagens devido a factores de  nível  sócio-económico; formação profissional e barreiras da língua. Estes grupos estão em grande risco em termos de saúde, bem-estar e igualdade de oportunidade. A  abuso doméstico foi identificado como um dos problemas graves na nossa comunidade. A barreira da língua, a falta de conhecimento e o estigma social, leva  pessoas a viver em situações de abuso doméstico a não procurarem ajuda ou aceder aos serviços de apoio existentes. Depois de meses a consultar com líderes da comunidade, profissionais e sobreviventes de abuso doméstico decidimos criar a Respeito e dar resposta às necessidades identificadas na nossa comunidade. 

“Eu quero uma organização que me represente, que me ouça. Vivendo em Londres,  é essencial que exista uma organização como esta…para liderar este tipo de trabalho e apoiar mulheres na nossa comunidade”. -AR

Onde o fazemos

  • Escolas
  • Espaços comunitários
  • Nas instalações dos nossos parceiros   

A nossa equipa

A Respeito é composta por três directores, responsáveis pela gestão da instituição, pelo desenvolvimento e coordenação de actividades, e por um grupo directivo (Steering Group) de sete membros que apoiam os directores na direcção da instituição. 

Fernanda Correia-Sefzick – Fundadora e Diretora 

Maria João Melo Nogueira -Fundadora e Diretora 

Ana Rei – Coordenadora acompanhamento a famílias

 

Steering Group

Mark Hudson – Entrepreneur and Trustee of  Footprints Project, the Two Walters Charitable Trust  and Rainbow Development in Africa 

Dr David Porteous – Associate Professor in Criminology, Middlesex University

Dr Isabelle Brodie – Senior Research Fellow , Researching Child Sexual Exploitation, Violence and Trafficking          University of Bedfordshir

Cristiane Lebelem – Journalist,  Noticias em Português

Dr Vikesh Sharma MBBS MRCP MRCGP MS, GP and Partner at Grantham Practice, Stockwell 

Dr Timothy Lewin MBBS, BSc